Câmara Municipal de São José da Lapa

Você sabia? São José da Lapa foi emancipado em 27 de abril de 1992
Painel do site
Imprimir Email

Institucional

Câmara intensifica diálogo visando melhorias nos serviços da Copasa

por Assessoria de Comunicação

15/12/2017 14:06

 

 

Câmara intensifica diálogo visando melhorias nos serviços da Copasa 

 

Os vereadores prosseguem o debate em busca de soluções para minimizar os problemas enfrentados pelos lapenses relacionados aos serviços prestados pela Copasa.
 

A população lapense compareceu ao plenário da Câmara, nesta quarta-feira 13 de dezembro, para participar da audiência pública que tinha como objetivo apresentar as mudanças realizadas pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), com intuito de melhorar os serviços prestados pela empresa. Participaram, em grande número, os moradores dos bairros Inácia de Carvalho, Maravilhas e Fazendinha, onde problemas como a falta d´água e a não prestação do serviço de esgotamento sanitário são corriqueiros. Também estiveram presentes autoridades do município e representantes da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). 

 

A audiência contou com a participação do prefeito Diego Álvaro dos Santos Silva (PT) e o vice Altamiro Furtunato Filho (PT), do presidente da Câmara Luiz Otávio Gomes dos Santos – Luizinho Catuné (PT), além dos vereadores Ataíde Hernane Pires de Souza (PRB), Carlos Alberto de Oliveira (DEM), Carlos Fagundes de Freitas (PT), Fernando John Jones Quirino (PV), Gedeon Ferreira de Morais (PP), Kleyton Carlos dos Santos (PRB), Sebastião Evaristo Ferreira (PP) e Rogério Geraldo Teixeira dos Santos (PSDB). Estiveram presentes representando a Copasa o engenheiro de operações Rogério Goncalves e o diretor de operação metropolitana Rômulo Thomaz Perilli.

 

Flávia Maria - Audiência Copasa -13/12

As obras propostas pela Copasa ainda não foram efetuadas, ressaltou Flávia Maria.

A primeira audiência para debater a falta d´água enfrentada pela população dos referidos bairros, foi realizada no dia 26 de maio, em Inácia de Carvalho. Na ocasião o gerente regional da Copasa José Cláudio Ramos, enumerou as possíveis causas de falha no abastecimento e salientou que realizaria um estudo para conhecer os reais problemas que seriam apresentados juntamente com as soluções para os moradores no intuito de minimizar as imperfeições no sistema.

 

No segundo encontro, realizado no dia 19 de julho, em Inácia de Carvalho, o gerente regional da Copasa, José Cláudio Ramos, apontou os problemas e as soluções para resolver as falhas no abastecimento. Também foi abordado na audiência a ampliação da rede de esgoto dos referidos bairros. O gerente da companhia de saneamento destacou que a empresa trabalha para diminuir o número de residências que ainda não contam com o serviço de esgotamento sanitário e que estuda cada caso, juntamente com os moradores para viabilizar, dentro das possibilidades, a implantação do sistema. 

 

Persistência nas ocorrências

 

Rômulo Perilli - Audiência Copasa -13/12

A Copasa precisa concentrar as ações nos bairros afetados para minimizar as falhas. disse Perilli.

A principal queixa da população é que as melhorias propostas pela empresa ainda não foram efetuadas. Segundo a moradora de Inácia de Carvalho, Flávia Maria de Araújo Abreu, os representantes da Copasa afirmaram, na reunião realizada no dia 19 julho, que os falhas já tinham sido diagnosticados e, em 20 dias, as obras seriam iniciadas. “Já estamos em dezembro e continuamos convivendo constantemente com a falta d'água”, afirmou. “Nosso bairro também continua sofrendo com os problemas relacionados com o esgotamento sanitário. Conto com a colaboração da companhia para que as questões sejam sanadas”, salientou.  

 

Para o diretor de operação metropolitana Rômulo Thomaz Perilli, a companhia de saneamento preza pela excelência dos serviços oferecidos. “Precisamos estar presentes nos bairros mais afetados para resolver os problemas de abastecimento”, destacou. “A Copasa já está realizando estudos para que a região receba água do sistema integrado”, afirmou o diretor. O sistema consiste em um conjunto de empreendimentos responsáveis pelo fornecimento de água potável na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Perilli destacou ainda que até que a obra seja implantada a companhia terá que realizar um trabalho continuo de manutenção para que as dificuldades sejam minimizados.

 

Prefeito - Audiência Copasa -13/12

Tenho reivindicado da Copasa que é quem pode realizar as obras a resolução dos problemas, salientou o prefeito.

O diretor destacou que o serviço de esgoto sanitário nos bairros em questão será estudado para que seja implantado. “Vamos trabalhar para que os locais que ainda não contam com o serviço possam usufruir dele o mais breve possível, entretanto é importante salientar que a realização das obras demandam tempo”, ressaltou. Perilli também observou que a Copasa precisa dialogar com os moradores para saber quais são as reais necessidades e, a partir disso, trabalhar no intuito de oferecer serviços de qualidade para todos.  “Peço desculpas a todos e saliento que estamos abertos a críticas e a dialogar com os moradores para que a prestação do serviço seja melhorada”, afirmou. 

 

O prefeito Diego Álvaro dos Santos Silva destacou que tem se reunido maciçamente com os representantes da companhia de saneamento no intuito de sanar os problemas. “Tenho cobrado intensamente dos responsáveis pelo serviço, já reuni incontáveis vezes com o diretor Rômulo Thomaz Perilli para cobrar soluções”, assegurou. O prefeito disse também que a prefeitura é impedida juridicamente de realizar limpeza de fossas. “Não podemos realizar um serviço que é de responsabilidade da Copasa, precisamos, antes de tudo, ser responsáveis em nossas ações e cobrar de quem realmente pode executar o serviço”, concluiu Diego Álvaro.  

 

Presidente - Audiência Copasa -13/12

O presidente destacou que continuará cobrando melhorias nos serviços da Copasa.

O presidente da Câmara, Luizinho Catuné, destacou que vem incessantemente reunindo com os representantes da Companhia de Saneamento para reivindicar melhorias. “Não podemos permitir que os lapenses convivam com problemas de falta de abastecimento de água”, afirmou. “Cobramos também para que haja uma solução definitiva e que as fossas sejam substituídas pelo sistema de esgotamento sanitário”, pontuou o presidente.  

 

Ainda segundo Luizinho Catuné a Copasa já está realizando algumas obras para implantação da rede de esgoto nos bairros Inácia de Carvalho e Maravilhas. “Com muito trabalho e cobranças estamos dialogando com os responsáveis para que a população não tenha que conviver com os problemas provenientes da falta de saneamento”, salientou. 

 

O presidente do Legislativo agradeceu a presença da população e da equipe da companhia de saneamento e destacou a importância da audiência contar com o diretor da Copasa Rômulo Thomaz Perilli. “Acredito que a participação de um membro da diretoria da empresa para dialogar com a população é de suma relevância para que as demandas sejam sanadas”, afirmou. “Continuaremos reivindicando junto à companhia de saneamento um serviço que atenda a necessidade dos lapenses, principalmente, nos bairros que mais sofrem com a atual situação”, concluiu o presidente.

 

Leandro Félix - Ascom Câmara



Matérias relacionadas

    Final do corpo do documento e conteúdo da página